Disponível: Em estoque

1 available
R$24,99
OU
Descrição

Detalhes

Call of Duty: Modern Warfare 3
Desenvolvedora(s) Infinity Ward
Sledgehammer Games
n-Space (DS)
Editora(s) Activision
Distribuidora(s) [1]
Diretor(es) Steve Ackrich
Produtor(es) Mark Rubin
Jason Ades
Designer(s) Glen Schofield
Michael Condrey
Jon Porter
Escritor(es) Paul Haggis
Will Staples[2]
Compositor(es) Brian Tyler
Motor IW Engine 5.0[3]
Série Call of Duty
Plataforma(s) Microsoft Windows
OS X
PlayStation 3
Xbox 360
Xbox One
Wii[4]
Nintendo DS (ver MW3: Defiance)[5]
Lançamento
Gênero(s) First-Person Shooter
Modos de jogo Single playerMultiplayer
Call of Duty: Black Ops (2010)
Call of Duty: Black Ops II (2012)

Call of Duty: Modern Warfare 3 (abreviado como Call of Duty: MW3CoD: MW3 ou simplesmente MW3) é tal como os seus antecessores, um jogo de ação do género first-person shooter, desenvolvido pela Infinity Ward e pela Sledgehammer Games com a assistência da Raven Software no desenvolvimento.[8] É o oitavo jogo da série Call of Duty e o terceiro da saga Modern Warfare sendo uma sequela direta de Call of Duty: Modern Warfare 2. A Sledgehammer Games, um dos estúdios da Activision, apontou para um jogo "livre de erros" ("bug free" em inglês) pela primeira vez na série, estabelecendo assim uma meta para as pontuações de crítica do site Metacritic acima de 95%.[9] É também o primeiro jogo da série a ter suporte para jogadores daltónicos.[10]

Modern Warfare 3 foi lançado em 8 de Novembro de 2011 nas plataformas Microsoft WindowsXbox 360PlayStation 3,[11] e Wii.[6] Também foi lançada no mesmo dia uma versão separada para Nintendo DS desenvolvida pela empresa n-Space com o nome Call of Duty: Modern Warfare 3: Defiance.[5] Na Austrália, a versão Wii foi lançada em 17 Novembro de 2011.[12] No Japão, a Square Enix edita uma versão separada dublada e legendada, assim como com Black Ops. Foi lançada primeiro uma versão com legendas em japonês em 17 de Novembro de 2011. Em 22 de Dezembro de 2011, foi lançada uma versão dublada em japonês. No dia 20 de Junho de 2018, o jogo tornou-se jogável no Xbox One, graças ao programa de retrocompatibilidade com o Xbox 360.

O título arrecadou globalmente mais de 775 milhões dólares nos primeiros cinco dias após o seu lançamento, superando o recorde de 650 milhões de dólares estabelecidos por Black Ops e os 550 milhões de dólares alcançados por Modern Warfare 2 em 2009.[13] Para ser exato, bateu recordes de bilheteira no teatro, cinema, livros e as vendas registadas de jogos para os cinco dias em todo o mundo em dólares.[14]

Segundo dados da VGChartzModern Warfare 3 vendeu um total de 9,3 milhões de cópias no primeiro dia de vendas, sendo que 6.5 milhões foram vendidas nos EUA e no Reino Unido, rendendo $400 milhões de dólares, tornando-o na altura, no maior lançamento de todos os tempos na indústria do entretenimento,[15][16][17][18] até ser ultrapassado pelo seu sucessor Call of Duty: Black Ops II em 2012.[19][20]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo corre a 60 frames por segundo, nos consoles e se forem cumpridos os requisítos mínimos, rodará da mesma forma no computador[21] A Activision confirmou na Gamescom de 2011, que Modern Warfare 3 no PC terá servidores dedicados sendo o primeiro da série a trazer este recurso para o computador.[22]

Campanha[editar | editar código-fonte]

Neste modo, o jogador atua como participante de várias guerras ocorridas em uma determinada época.O jogador assume o papel de vários personagens durante a campanha de single-player, mudando as perspectivas ao longo da evolução da história. Ao contrário dos seus antecessores, a campanha estende-se por dias diferentes. Cada missão apresenta uma série de objetivos que são exibidos no topo do ecrã (HUD), que marca a direção e a distância para esses objetivos. O danos do jogador são mostrados por pingos de sangue mostrado no ecrã. A saúde do jogador regenera com o passar do tempo. Objetivos variam conforme as suas necessidades, desde pedir ao jogador que chegue a um posto de controle especial, para eliminar os inimigos num determinado local, manter-se firme contra esquadrões inimigos ou plantar cargas explosivas numa instalação inimiga. O jogador também é acompanhado por outros soldados aos quais não se podem emitir comandos/ordens.

Multijogador[editar | editar código-fonte]

Todo o sistema de recompensa de “Killstreak” foi melhorado. “Killstreaks” são agora conhecidos como “Pointstreaks”, e matar já não é a única maneira de aumentar os “Pointstreak” do jogador. Ao completar objetivos, como plantar a bomba em "Search & Destroy" ou capturar uma bandeira em "Capture the Flag" atribui pontos para o “Pointstreak” do jogador. As recompensas “Pointstreaks” estão organizadas em três diferentes "pacotes" chamados Assalto, Suporte e Especialista. O pacote Assalto funciona da mesma forma como o sistema de recompensa “Killstreak” em Modern Warfare 2 e Black Ops, oferecendo recompensas como o míssil “Predator” e o Assault Drone ao matar a quantidade de inimigos pedida em uma única vida. O pacote de Suporte oferece suporte ao estilo de recompensas, como os UAV e SAM Turret. Ao contrário do "pacote" Assalto, o "Pointstreak" não reinicia quando o jogador morre. O pacote Especialista recompensa os jogadores com “perks” à sua escolha sempre que o jogador matar 2 inimigos na mesma vida. Depois do jogador matar oito (ou sete, usando o "perk" "Hardline"), o jogador recebe todos os “perks” do jogo, mas volta a zero depois do jogador morrer.[23] Os jogadores podem escolher qual as recompensas “Pointstreak” que pretendem utilizar durante o jogo, ao invés de escolhê-los entre as rondas.

 
Um jogador obtendo "14 Point Streak" no modo multiplayer.

Junto com a reformulação do sistema de recompensa de “Killstreak”, Modern Warfare 3 também tem um ranking completamente renovado com um sistema de desbloqueio, e não usa um sistema de moeda para desbloquear.[24] O nível da arma primária do jogador aumenta ao mesmo tempo que o jogador, e desbloqueia uma série de perks de "Proficiência", como Kick (redução de recuo, enquanto aponta para baixo a visão do jogador) e Focus (manter o foco sob o fogo). Apenas um perk de Proficiência um pode ser colocado numa arma primária.[25] Outra novidade é a capacidade de equipar Scopes híbridos numa arma, usando o Hamr scope nas submetralhadoras ou hybrid sight nos rifles de assalto,o jogador pode alternar entre red dot e Acog.[25]

Vários "perks" controversos em Modern Warfare 2, acusados de serem "Overpowered"(Injustos, apelões), foram removidos em Modern Warfare 3.O "Quick-Scope" onde o jogador consegue com a sniper mirar de forma rápida para matar o inimigo voltou,[26] enquanto que o mergulho para ficar deitado ou o "mergulho de golfinho" foram removidos devido a problemas de equilíbrio. Modern Warfare 3 utiliza o sistema da Treyarch de “hot fix” para corrigir erros.[27] Modern Warfare 3 apresenta ainda um on-line local e a opção de ecrã dividido.[28]

Novos modos de jogo também foram adicionados: "Kill Confirmed" exige que os jogadores recolham as Dog-Tag (chapas militares) que flutuam junto do cadáver de um inimigo abatido antes da morte poder ser registada. No entanto, a equipe adversária pode também apanhar a Tag para negar à outra equipa a morte. Em "Team Defender", ambas as equipes devem tentar capturar uma bandeira que fica sobre o corpo do primeiro jogador a morrer deve ser pega e protegida o time que proteger a bandeira ganha o dobro de pontos por cada morte, enquanto a equipa sem a bandeira só recebe o valor padrão, no fim o time com mais pontos vence. Jogos particulares agora também incluem modos pré-fabricados, incluindo "Infected" (onde o infectado mata inimigos para recrutá-los para a sua equipa), "Drop Zone" (onde o jogador deve manter uma zona de queda para pontos e "care packages"), "Team Juggernaut "(cada equipe joga ao lado de um personagem Juggernaut controlado por um jogador randômico e ha uma troca a cada 2 minutos, "Gun Game"(seja o primeiro a matar um jogador inimigo com cada arma da ronda) e "One in the Chamber" (no qual os jogadores são permitidos ter apenas uma pistola com um bala e três vidas, onde só se pode obter mais balas matando outros jogadores). Junto com isso, os jogadores podem criar os próprios seus modos de jogo, com configurações personalizadas, tais como número de jogadores e limite de tempo.[23]

Modern Warfare 3 introduz uma "Prestige Shop". A loja permite que os jogadores que fizeram Prestige(chegaram ao nível 80 e voltaram ao 1) possam usar os seus tokens que ganharam na opção “Prestige” para comprar recursos exclusivos, tais como pontos XP a dobrar por duas horas de jogo e uma classe extra personalizada e poder salvar uma arma para os próximos 20 Prestiges.[29]

Uma característica totalmente nova é a adição de um sistema de classificação similar ao do Multiplayer. O jogador ganha pontos de experiência em Survival e modos de missão, desbloqueando novas missões para o modo de missão e novas armas/equipamento/regalias para o modo Survival.

Modo de missão é um modo semelhante ao Spec Ops de Modern Warfare 2. Conta com várias missões, com missões cronometradas ou com objetivos.

Survival Mode é novo modo em destaque de Call of Duty: Modern Warfare 3 no modo de Special Ops em que os jogadores devem defender-se de ondas de inimigos controlados pela IA e pode ser jogado em todos os mapas de Multiplayer.[30][31]

As ondas de inimigos são aleatórias, mas cada vez mais difíceis, de modo que nas fases posteriores, os jogadores podem esperar enfrentar múltiplos Juggernauts, cães amarrados com C4 e ataques inimigos com apoio aéreo em simultâneo. Não há meios de ganhar neste modo de jogo, porque as ondas continuarão até que os jogadores percam (muito semelhante ao modo Zombies de Call of Duty: Black Ops). Como nas outras missões Special Ops, co-op está disponível para esta modalidade, tanto on-line ou em ecrâ dividido.[32][33]

Modern Warfare 3 tem um total de 16 mapas jogáveis para multijogador e para o modo Survival em Spec Ops. Os mapas são inspirados no modo campanha. houve 4 DLCs (conteúdo adicional) cada um com 5 mapas, e outros 3 foram adicionados gratuitamente entre eles uma recriação do Terminal um dos mapas multijogador mais famosos do MW2, totalizando 39 mapas, 19 gratuitos 20 pagos..

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Série Call of Duty
(Cronologia Fictícia)
Arco Segunda Guerra

1942–1945 – Call of Duty
                   – United Offensive
                   – Finest Hour
                   – Call of Duty 2
                   – Big Red One
                   – Call of Duty 3
                   – Roads to Victory


Arco Modern Warfare

2011 – Modern Warfare (DS)
2015 – Defiance
2016–2017 – Modern Warfare 2
                   – Mobilized
                   – Modern Warfare 3


Arco Black Ops

1942–1945 – World at War (DS)
                   – Final Fronts
1961–1968 – Black Ops 1986–2025 – Black Ops II (Declassified)


Arco Zombies

1945 – Nazi Zombies (World at War: Zombies)
1962–2011 – Zombies (Black Ops: Zombies)

O jogo vê o retorno da Task Force 141 Capitão John "Soap" MacTavish (dublado por Kevin McKidd), o ex-Capitão da SAS John Price (voz de Billy Murray) e o informante russo Nikolai que estão em fuga depois de matarem o tenente-general do Exército dos EUA, Shepherd. O russo ultranacionalista Vladimir Makarov (dublado por Roman Varshavsky)[34] também regressa como antagonista principal do jogo.[35] Vários novos personagens jogáveis ​​foram adicionados, incluindo Staff Sargento Derek "Frost" Westbrook e Master SGT Sandman (voz de William Fichtner ), um par de agentes da Força Delta em Nova York; Marcus Burns um Sargento na luta Special Air Service, em Londres, e Tenent Yuri, um ex-agente da Spetsnaz e ex-Ultranacionalista e o Sargento Wallcroft (dublado por Craig Fairbrass)[36] de Call of Duty 4 também regressa no jogo.

Novos personagens não jogáveis ​​incluem Truck (Idris Elba) e Grinch (voz de Timothy Olyphant),[34] que fazem parte da equipe de fogo da Força Delta ao lado de Frost e Sandman.[37] Um operatório da Força Delta, chamado Grinch, também foi chamado (voz de Tobey Maguire).[34][35][38]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O jogo segue imediatamente os eventos de Call of Duty: Modern Warfare 2, onde a Rússia continua a invasão nos Estados Unidos, e também ampliou a sua ofensiva para países europeus como InglaterraFrança e Alemanha,[35] sendo que partes da campanha incluem também países africanosasiáticos e do oriente médio. A história foi escrita pelo argumentista e realizador Paul Haggis vencedor de um Oscar.

Em 17 de Agosto de 2016, horas depois de matar o General Shepherd, o Capitão Price e Nikolai evacuam o moribundo John "Soap" MacTavish a partir do Hotel Bravo, no Afeganistão. Eles chegam a um local seguro administrado por aliados leais a Nikolai em Himachal Pradesh, na Índia. Enquanto Soap recebe atenção médica, forças de Vladamir Makarov invadem o esconderijo numa tentativa de matar os três. Ex-soldado da Spetsnaz, Tenente Yuri, o melhor soldado de Nikolai e que esconde um rancor contra Makarov, dá ajuda médica a Soap e garante uma rota segura para um ponto de extração fora do país ("Persona Non Grata"). Juntos, os quatro são tudo o que resta da agora dissolvida Task Force 141.

Entretanto a III Guerra Mundial continua. Enquanto isso, as ações por uma equipe da Força Delta de nome "Metal 0-1", que inclui o Staff Sargento Derek "Frost" Westbrook, "Grinch", "Truck", e o Master SGT "Sandman" (para quem Soap, Price e Ghost anteriormente trabalharam em conjunto com a "Operação Kingfish" para matar ou capturar Makarov), facilita a retirada do exército russo da invasão de ManhattanNova Iorque, destruindo um dispositivo de bloqueio em cima do New York Stock Exchange ("Black Tuesday") e sequestrando um submarino russo Oscar II no East River para usá-lo contra a Marinha russa ("Hunter Killer").

Dois meses depois, em Outubro, o presidente russo, Boris Vorshevsky, anuncia planos para fazer a paz com os Estados Unidos numa conferência em HamburgoAlemanha. O plano é ameaçado quando os homens de Makarov sequestram o avião de Vorshevsky e forçam-no a uma aterrissagem forçada ("Turbulence") que destrói a aeronave. O agente da F.S.O. Andrei Harkov tenta garantir a segurança de Vorshevsky, mas é morto por Makarov que aparece dentro do helicóptero de evacuação. Makarov sequestra o presidente e planeja sequestrar e torturar a sua filha, Alena, para forçar o presidente a lhe dar os códigos de lançamento do arsenal nuclear russo.

Depois de Soap recuperar o suficiente para lutar, a equipe da Task Force 141 continua a sua tentativa de apreender Makarov. Com a ajuda de Yuri e do ex-mentor de Price, MacMillan, eles seguem a trilha de Makarov para um negócio de armas na Serra Leoa ("Back on the Grid"), mas não conseguem interceptar a carga. Essa carga de conteúdo desconhecido começa ser distribuída em ParisBerlim e Londres. Enquanto isso, uma unidade britânica da S.A.S., incluindo os sargentos Marcus Burns e Wallcroft, são enviados para lidar com as armas ("Mind the Gap"), porém descobrem que um dos transportes das armas é um chamariz. Enquanto isso, a arma real revelou-se bioquímica, e é detonada numa rua de Londres, matando uma jovem família americana, libertando a sua carga tóxica perto do Big Ben ("Davis Family Vacation").

A "equipe metal" é entretanto enviada para Hamburgo para resgatar o vice-presidente dos EUA ("Goalpost"). Agindo sobre informações dadas por Price, extraídas de um senhor da guerra de nome Waraabe em Bosaso na Somália ("Return to Sender"), eles são implantados posteriormente para Paris a fim de capturar o russo criador de bombas, Volk ("Bag and Drag"). Depois de garantirem Volk, lutam para abrirem caminho através da cidade para um ponto de extração com a ajuda de um AC-130 ("Iron Lady"), então a Torre Eiffel cai no rio após um bombardeamento e elimina todas as forças russas no ponto de extração. Depois de extrair informações de Volk, localizam Makarov no Hotel Lustig (vagamente baseado no Hotel Four Seasons) em Praga, onde ele está a ponto de convocar uma reunião com os seus principais assessores. Sandman informa Price desta informação, e ele infiltra a sua equipe na cidade ("Eye of the Storm").

Uma vez em Praga, a Task Force 141 encontra-se com Kamarov para tentar um assassinato de Makarov ("Blood Brothers"). Yuri e Soap têm uma visão privilegiada de cima de uma torre de uma igreja em frente ao hotel, enquanto Price se infiltra no próprio edifício. No entanto, o plano dá errado quando Kamarov é tomado como refém e equipado com explosivos. Price escapa do hotel quando Kamarov é explodido. Makarov revela que conhece Yuri pessoalmente, dizendo que ele "nunca deveria ter vindo". Makarov já sabia que estaria a ser vigiado do cimo da igreja e por isso preparou os explosivos, que depois detona. Yuri e Soap evitam a explosão, saltando para baixo do nível do solo, mas Soap é mortalmente ferido devido à queda da torre e por causa de uma grande quantidade de escombros que caem sobre ele, causando a abertura de antigas feridas causadas por uma faca e, consequentemente, uma grave hemorragia interna. Yuri e Soap fogem com Price para uma casa segura. Nos seus últimos segundos, Soap diz a Price "Makarov...conhece...Yuri...!", e então falece, para desespero de Price . Depois de deixar a sua pistola M1911 com o corpo de Soap, Price, enfurecido, soca Yuri, exigindo saber a sua ligação com Makarov.

Yuri explica que ele era um ex-ultranacionalista, e esteve presente numa missão com Makarov numa tentativa de assassinato de Price em 1996, evacuando Imran Zakhaev; a detonar o dispositivo nuclear no Oriente Médio, que matou 30 mil fuzileiros navais e no massacre no International Airport Zakhaev na Rússia. Depois de testemunhar a explosão nuclear matando milhares de soldados, Yuri tentou parar o massacre no aeroporto, alertando o FSB, mas foi contido com um tiro no estômago por Makarov antes que ele pudesse fazer mais alguma coisa. Yuri, sentindo-se culpado de ser incapaz de impedir o assassinato em massa, convence Price de que eles estão lutando pela mesma coisa, com isso, Price acaba decidindo manter sua aliança com Yuri "por enquanto".

Depois de se infiltrarem no castelo de Makarov em Praga e sabendo do cativeiro de Vorshevsky ("Stronghold"), Price e Yuri alertam a "equipe metal" do plano para sequestrar a filha do presidente Vorshevsky, "Alena" a partir de um esconderijo em Berlim. A Metal Team é incapaz de impedir o sequestro ("Scorched Earth"), mas conseguem seguir os ultranacionalistas de Makarov para uma mina de diamantes na Sibéria. A " equipe metal" (sem a inclusão de Frost) e a Task Force 141 lançam uma operação de resgate em conjunto para salvar Vorshevsky e a sua filha Alena antes de Makarov conseguir os códigos de lançamento nuclear ("Down the Rabbit Hole"). Suas ações garantem a segurança do presidente Vorshevsky e Alena, e acabam com o conflito entre os Estados Unidos e a Rússia. No entanto, Sandman, Grinch e Truck morrem durante a extração, quando a mina desaba sobre eles, para grande angústia de Price.

Em 21 de janeiro de 2017, três meses após o fim da III Guerra Mundial, Price e Yuri descobrem Makarov no Hotel Oasis (vagamente baseado no Burj Al Arab, em Dubai) na Península Arábica. Numa tentativa de vingar "Soap" ("Dust to Dust") eles assaltam o hotel armados de metralhadoras PKP e vestidos com uma armadura E.O.D. (Juggernaut), que mais tarde é destruída. No topo do hotel, Makarov tenta escapar num helicóptero, mas Price salta para dentro deste matando os dois pilotos e traz o helicóptero de volta para o telhado. Makarov, atordoado, prepara-se para executar Price, gravemente ferido, mas se distrai com Yuri; Makarov revida o fogo de Yuri e o mata. Mas comete um grave erro: se esquece de Price. Este, por sua vez, aproveita o momento para enfrentar Makarov, desarmando-o, espancando-o, envolvendo um cabo de aço em torno da sua garganta, amarrando-o e destruindo o teto de vidro abaixo deles, resultando na morte de Makarov. Price cai no chão logo abaixo e sobrevive. Quando os policiais chegam ao local, encontram Price sentado na frente do cadáver pendurado de Makarov, calmamente a fumar um charuto.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Devido a uma disputa legal entre o distribuidor do jogo, a Activision, e os co-executivos da Infinity Ward, acabou por causar alguns adiamentos ao seu lançamento.[39] A Sledgehammer Games irá desenvolver a componente de um jogador, e a Raven Software irá desenvolver a componente de multi jogador.[8] Em Maio de 2011 no site oficial da série no YouTube, foram lançados quatro vídeos intitulados: America, England, France, Germany (pt: Estados UnidosInglaterraFrançaAlemanha) indicando as localizações da acção do jogo. A letra "E" no título de cada vídeo é estilizada como Modern Warfare nº 3. O site oficial do jogo foi lançado no dia 18 de Maio de 2011 e tem actualmente um mapa iterativo com os quatro locais visto nos vídeos.

Activision revelou o jogo a 23 de Maio de 2011 com um excerto de como irá ser a jogabilidade, durante o quarto jogo das finais da NBA entre os Dallas Mavericks e a equipa Oklahoma City Thunder,[40] e posteriormente na página oficial de Call of Duty no Youtube.[41][42] Modern Warfare 3 utiliza o "MW3 Engine" (IW Engine 5.0). Melhorias incluem melhor "streaming" e áudio.[3]

Alguns dubladores incluem Timothy OlyphantChristopher MeloniCorey StollChristian Coulson, Roman Varshavsky e Troy Baker.[34] Em 12 de outubro de 2011, Glen Schofield, Chefe de estúdio da Sledgehammer Games, confirmou através do Twitter que Brian Tyler compôs a música para o jogo e gravou usando uma Informação Adicional

Informação Adicional

Tamanho Não
Modelo Não
Material/Composição Não
Acabamento Não
Gênero Não
Tensão/Voltagem Não
Tecido Não
Estampa Não
Bordado Não
Instruções Não
Garantia N/A
Avaliações

Nenhuma avaliação até o momento

Queremos saber sua opinião

Produto: Call of Duty: Modern Warfare 3 - Jogo - PS3 (Seminovo)

Como você avalia este produto? *

 
1
2
3
4
5
Preço
Qualidade

Comentários do Cliente 0 item(s)