Disponível: Em estoque

1 available

De: R$5,49

Preço Promocional R$4,83

OU
Descrição

Detalhes

Zero
Zero-mmx.png
Zero como aparece na série X
Informações gerais
Série Mega Man XMega Man Zero
Primeiro jogo Mega Man X
Designer Keiji Inafune (série X), Toru Nakayama (série Zero)
Dublador japonês Ryotaro Okiayu (série X e Marvel vs. Capcom 3)
Yūto Kazama (série Zero)

Zero (ゼロ?) é um personagem da franquia Mega Man. Sua primeira aparição foi em 1993 no jogo Mega Man X para Super Nintendo, ele foi o protagonista da série de jogos Mega Man Zero e também esteve presente em outros dois jogos da franquia, Mega Man ZX e Mega Man ZX Advent. Além de aparecer em vários outros Video games crossovers de luta.

Keiji Inafune tentava criar um novo design para o protagonista, Mega Man, para a série X e ao invés disso acabou criando o deuteragonista, Zero. Na série Zero, desenvolvida pela Inti Creates, o personagem apareceu no papel de protagonista da obra com algumas alterações em seu visual, que foram feitas para que ele ganhasse uma "aparência mais humana". Zero também fez um papel secundário na série ZXusando seu Modelo Z. Sua introdução na série Mega Man X geralmente tem recebido críticas positivas das publicações especializadas em video game.

Criação e concepção[editar | editar código-fonte]

Zero foi criado pelo designer Keiji Inafune, quando lhe foi dito para que recriasse Mega Man para uma nova série do Super NintendoMega Man X. Ele desejava criar um Mega Man diferente do original.[1][2]No entanto, mais tarde, Inafune percebeu que o que ele havia criado era diferente demais do original e que provavelmente não seria bem aceito pelos fãs.[1] Após decidir deixar outro designer trabalhar no que acabou se tornando o Mega Man X, enquanto ele desenvolvia Zero, Inafune criou o personagem com a intenção de que ele fosse o "outro personagem principal" e que ele "roubasse todas as boas cenas".[2] Ele também descreveu o personagem como um representante da ideia de que "nada é absoluto" e de que as circunstâncias podem mudar as coisas. Quando perguntado se Zero havia "matado" o elenco da série original de Mega Man, suspeita devido ao fato da ausência dos mesmos na série X, ele respondeu que não, acrescentando que "Zero não é uma pessoa — isto não está no seu perfil".[3]

A ideia de Zero estrelar sua própria série foi proposta por Inafune.[4] Ele propôs que o personagem estrelasse uma nova série, e planejava ir com essa ideia adiante até o final de Mega Man X5. No entanto, ele não foi capaz de fazer isso após a Capcom anunciar um novo jogo de Mega Man sem a sua presença.[1] Desenhado por Toru Nakayama da Inti Creates, o personagem foi concebido com o objetivo de que parecesse "mais humano" ao invés da sua antiga "aparência mecânica" da série X. Nakayama queria que o público percebesse a diferença da série ZX em comparação com a anterior. Quando a Capcom quis que a estrutura geral de Zero fosse a mesma, a Inti Creates concentrou-se em fazê-lo o quão diferente eles pudessem, ao invés de similar.[5] A representação do personagem na série teve a intenção de ser moralmente ambígua e dependendo da perspectiva, ele poderia parecer como um herói ou como um terrorista.[6]

 
Na série Zero, a personagem possui um esquema de cores mais realístico, características mais humanas e um novo design.

Design[editar | editar código-fonte]

Projetado para ser "mais forte e mais selvagem" do que o Mega Man original, o design de Zero, se assemelhava ao de Mega Man X de várias maneiras, tais como o seu conceito de criação original, a insistência de Inafune no desenho do personagem e a entrada de outros artistas no projeto.[7] Na série X, o personagem tem uma armadura vermelha e branca com dois "chifres" em seu capacete, além de seu chamativo cabelo loiro. Sua arma principal é o Z-saber, uma espada de energia, que introduziu o combate corpo a corpo nos jogos da franquia. Zero também usa o Z-buster, um canhão localizado no final de seu braço direito, similar a arma primária de Mega Man X.[8] Uma arma terciária que orbitaria em torno do personagem foi uma opção, mas não foi concluída. Ao contrário de Mega Man, que tem todo seu cabelo dentro de seu capacete, Zero tem um capacete menor, com o objetivo de que ele parecesse mais velho.[7] Em Mega Man X4, o personagem iria receber a sua própria armadura melhorada tal qual a armadura que X possui, mas a equipe de desenvolvimento decidiu não terminá-la.[9]

Na série Zero, o personagem possui o seu cabelo loiro e sua estrutura normal, embora pareça muito menos um "cartum" e muito mais com algo "real". Em vez de ter uma armadura vermelha e branca, ele usa uma roupa preta por debaixo de um colete, duas braçadeiras e botas vermelhas. Seu capacete tem chifres, embora eles tenham sidos mais suavemente projetados. O Z-saber também foi redesenhado para o jogo Mega Man Zero 3, e tem uma forma mais triangular em comparação com o original, que é semelhante a uma katana e seu canhão, o Z-buster, foi substituído por uma pistola.[10] Nos primeiros esboços, Zero tinha os olhos negros e pupilas menores, mas com o progresso da concepção isso mudou para um par de olhos comum.[11]

Aparições[editar | editar código-fonte]

Mega Man[editar | editar código-fonte]

Zero fez sua primeira aparição em video games no jogo Mega Man X lançado em 1993.[12] Foi revelado que o personagem foi originalmente criado por Dr. Wily durante a série Mega Man. Zero trabalha como um Maverick Hunter, um soldado encarregado de derrotar os Mavericks, robôs que se voltaram contra a humanidade. Ele desempenha o papel de companheiro e melhor amigo de X na série X. Os dois, mais tarde passam a serem acompanhados por AxlSigmaVile e outros inimigos ao longo da série. Apesar de, nos dois primeiros jogos ele ter apenas auxiliado X, ele se torna um personagem opcional no X3.[13] Dependendo do desenvolvimento da história, Zero pode ser combatido como um chefão em Mega Man X5.[14] Em Mega Man X6, o personagem inicialmente não está presente no jogo, já que ele desapareceu no final de Mega Man X5 durante uma luta contra Sigma, e ele se torna uma personagem opcional, dependendo de como a história se desenvolve durante todo o jogo.[15] No jogo spin-off Mega Man Xtreme, ele é uma personagem não jogável, mas torna-se jogável na sequência, Mega Man Xtreme 2. Ele também é jogável durante o prólogo e os últimos capítulos do RPG eletrônico Mega Man X: Command Mission.[16]

Na série Mega Man Zero ele se torna o personagem-título e o protagonista. Aproximadamente cem anos depois da série X,[17] Zero ajuda uma cientista chamada Ciel a lutar contra a cidade humana de Neo Arcadia, onde ele destrói Omega — seu corpo original, Dr. Weil e Copy X, o líder de Neo Arcadia, duas vezes.[18] Zero faz uma aparição na série ZX em seu Modelo Z, onde desempenha um papel menor na trama do primeiro jogo da série ZX.[19] Em ZX Advent, ele desempenha um papel ainda menor, apenas com algumas linhas de fala ao longo do jogo.[20] A contraparte de Zero em Mega Man Battle Network, Zero.EXE, faz uma aparição em Mega Man Network Transmission como o antagonista na primeira metade do jogo. Mais tarde, ele ajuda Mega Man contra o verdadeiro vilão, o "Professor".[21]

Aparições em outras mídias[editar | editar código-fonte]

O personagem em sua versão Mega Man Zero aparece como um sub-chefão no jogo de luta crossover da PlaymoreSVC Chaos: SNK vs. Capcom,[22][23] e como um personagem secreto em Onimusha Blade Warriors.[24] A versão Mega Man X de Zero aparece em Tatsunoko vs. Capcom: Ultimate All-Stars como um personagem secreto e como um personagem jogável em Marvel vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds.[25][26] Neste último, o personagem foi escolhido para representar a franquia, apesar do personagem principal ser Mega Man, porque o produtor Ryota Niitsuma disse que ele tem uma maior variação em seus movimentos, algo que segundo o mesmo é necessário para um jogo como esse.[27]

Zero aparece nos dois mangás baseados na série Mega Man X com sua aparência original dos jogos eletrônicos.[28][29] No entanto no mangá Mega Man Zero, ele é um Reploid com duas personalidades dependendo uso do capacete: sem ele, Zero é um covarde, porém quando o usa, ele se parece com sua contraparte dos video games.[30]

Recepção[editar | editar código-fonte]

As aparições de Zero na série Mega Man X receberam na maioria das vezes críticas positivas. O site GameZone elogiou a introdução do personagem na série, dizendo que seus movimentos se tornaram populares entre os fãs, pois eles expandiram a jogabilidade do video game.[31] Além disso, a GamesRadar creditou Zero como uma das razões pela qual a série X se tornou tão popular e que sua popularidade com os jogadores lhe proporcionou sua própria série de jogos.[32] O Game Revolutionchamou-o de "misterioso e andrógeno" e disse que ele era quase um Proto Man só que "com um rabo de cavalo".[33] Na análise do 1UP.com a sua aparição como um personagem jogável com sua própria história em Mega Man X4 por si só, tornou este o melhor jogo da série X.[34] O GameSpot notou o contraste na sua jogabilidade em Mega Man X4, algo que aumentou a dificuldade em utiliza-lo.[35]

IGN nomeou ele como um dos dez melhores espadachins presentes em video games, descrevendo-o como uma resposta para a questão de como Mega Man seria se estivesse armado com uma espada e ressaltou seu estilo de luta tão popular entre os jogadores.[36] Eles repetiram os seus sentimentos em sua lista dos personagens que gostariam de ver em um futuro jogo da série Marvel vs Capcom, descrevendo-o como "provavelmente mais legal do que Mega Man", independentemente da versão.[37] A revista PSM elogiou o personagem afirmando que "[ele] pode [até] usar alguns sapatos da moda, mas isso não o impede de chutar alguns traseiros de robôs".[38] Enquanto analisava Mega Man X: Command Mission a 1UP.com criticou as partes durante as quais não era possível controlar Zero e ainda disse que sua dublagem em inglês fez com que ele "parecesse um surfista".[39]

 

"Mesmo se nós Replóides formos destinados a ir para o lixão quando o próximo passo evolucionário realmente acontecer... Nós ainda temos que lutar... Não apenas contra Mavericks, mas também contra nosso próprio destino."

Zero

―Zero, Mega Man X8

"Eu nunca me importei com justiça, e não lembro de alguma vez ter chamado a mim mesmo de herói... Eu sempre lutei apenas pelas pessoas em que acredito. Não hesitarei... Se um inimigo aparecer diante de mim, irei destruí-lo!"

―Zero, Mega Man Zero 4

Zero (ゼロ) é um dos três personagens principais da série Mega Man X, o protagonista da série Mega Man Zero, e um importante coadjuvante na série Mega Man ZX sendo o Biometal Modelo Z. Ele é o sucessor de Bass e a maior criação do Doutor Albert W. Wily. Um Maverick Hunter de patente alta na série X, e um lendário lutador da liberdade na série Zero, ele é um guerreiro convicto que não hesita em agir. Entretanto, por trás de sua atitude fria está uma alma machucada. Sem mais delongas, este é o robô definitivo.

Aparência Editar

Zero tem um esquema de cores predominantemente vermelho. Na sua primeira aparição, A sua armadura era arredondada em sua maior parte, com um esquema de cores branco, vermelho e azul, contendo ombreiras brancas, sendo que na ombreira esquerda tinha uma insígnia que se parece com um "Z" estilizado. Seu capacete é espetado e apresenta um cristal azul afiado em contraste com seu parceiro X, o qual possui um cristal vermelho mais suave. Talvez sua característica mais marcante seja seu longo cabelo loiro, que faz Zero parecer fogoso em comparação a X com seu esquema azul e consistente.

Quando Serges, membro dos X-Hunters, reconstruiu as partes de Zero, ele aprimorou o corpo, incluindo placas de ombro reforçadas e o Z-Saber. Outras melhorias foram as ombreiras (diferem-se das originais, que eram mais simples) e articulações nas pernas, com propulsores aprimorados e capas banhadas à ouro, junto com uma armadura peitoral maior e mais espessa. Um pequeno aparelho "mochila" também é adicionado servindo para guardar e recarregar energia do Z-Saber. A primeira versão de Zero era aparentemente apenas um protótipo "incompleto", já que esboços da nova versão foram mostrados nas plantas desenhadas por Wily em The Power Fighters.

Assim como X, sua fonte de energia é solar. O material do seu corpo é composto de uma liga de titânio Z, e é equipado com mecanismos peculiares chamados de Z-Brain (as lentes da cabeça) e Z-heart (as lentes do peito), os quais ocultam um poder desconhecido.

Por causa da mudança do designer de arte na série Mega Man Zero, Zero é dado uma revisão drástica em seu design. Sua armadura é mais leve e humanoide, e ele ganha um capacete simplificado para apresentar uma aparência mais suave. Diferente de sua forma anterior, os braços de Zero não podem virar um Buster e ao invés disso ele deixa suas armas estofadas em torno de seu corpo. O corpo que Zero tem na série Zero possui um vermelho mais brilhante do que seu corpo original exibe.

Personalidade Editar

Antes de seu encontro com Sigma e de ter virado um Maverick Hunter, Zero era extremamente violento, maníaco, e sentia prazer com destruição. Frequentemente ele soltava gritos ferozes e risadas psicóticas, especialmente durante sua batalha com Sigma.

Por fora, Zero parece frio e sem emoção para os outros, até com seus parceiros X e Axl. Contudo, é mostrado que ele tem a capacidade de se importar. Zero mantém sua calma diante da maioria das circunstâncias. Não importa o que seus inimigos façam a ele, ele sempre consegue fazer uma represália.

Por causa de não se ver como um herói, Zero tem muitas vezes mostrado a tendência de se sacrificar para o bem de outros. Ele também mostra desgosto por mortes inocentes. Isso é evidenciado em sua luta contra a política brutal de Neo Arcadia na série Zero; chegando até mesmo a prometer pessoalmente ao Sargento Harpuia que mais nenhum soldado da Resistência iria sofrer algum mal enquanto ele estava por perto.

Mesmo que Zero não mostre abertamente, ele, também, aparenta esperar pela paz entre humanos e Replóides. Todavia, ele disse que não tem problema algum em lutar, diferentemente de seu amigo pacifista, X; seja seu inimigo um Maverick ou um humano, ele lutará com tudo de si. Outra característica marcante dele é que, mesmo com seu grande poder, Zero vê X como o Maverick Hunter superior e o considera um herói, ainda que não olhe para si da mesma forma. Um ótimo exemplo de tal demonstração de respeito foi no final de Zero em Mega Man X6; quando o cientista que estava fazendo o processo de selamento pergunta o que aconteceria se o mundo encarasse outra crise; Zero firmemente disse que o mundo está em boas mãos (as de X), mesmo quando ele se for.

Na série Zero, sua personalidade mantém-se quase a mesma, porém com algumas mudanças. Dado que ele estava em estase, ele é ignorante de alguns assuntos e confuso sobre outros, às vezes ao ponto de começar a duvidar ou acreditar que ele não pode vencer. Isso é visto algumas vezes. Primeiro quando Ciel é sequestrada pelo Golem e ele estava o combatendo com seu Buster que não estava causando muito dano, e estava lentamente começando a perder suas esperanças até X dar-lhe seu Z-Saber de volta ou quando Dr. Weil o contou que ele era uma cópia, o que o fez acreditar que não era Zero, até X dizer que ele era de fato Zero, trocando de papéis com X sendo que X é quem o encoraja a lutar ao contrário de vice-versa, a forma como era na série X.

HistóriaEditar

Origem

Wily's Zero

Zero relevado no final de Bass em Mega Man 2: The Power Fighters.

Zero foi criado pelo Dr. Albert Wily no século XXI. Wily aludiu a ele durante o final de Bass em Mega Man: The Power Battle, onde ele mencionou que estava desenvolvendo um robô que iria facilmente superar ambos Mega Man e Bass. Plantas esquemáticas de seu corpo foram vistas durante o final de Bass em Mega Man 2: The Power Fighters. Aprendendo de seus erros passados, incluindo a criação acidental do Bassnium e da construção de Bass e King, Wily fez Zero um robô muito mais avançado do que qualquer coisa que ele havia feito anteriormente, com um poder muito superior ao de Bass e Mega Man. Ele também presumidamente começou a criar o Vírus Maverick por volta desse período. Wily até mesmo descreveu Zero como sua "maior obra-prima". Zero continha uma falha em seu programa cognitivo o que o fez violento e averso a obedecer instruções. Por causa disso, Wily decidiu selá-lo em uma cápsula. Décadas depois, no século XXII, seu esconderijo foi encontrado por um grupo de Replóides antes do primeiro jogo de Mega Man X.

Zeroconstruction

Zero em construção no laboratório de Wily.

Uma vez acordado por esse grupo, Zero os destruiu, assim como fez com qualquer invasor que ousasse entrar no covil de Wily. Rotulado como um Maverick (por definição de ser uma ameaça aos humanos), Zero foi mais tarde encurralado pela elite Maverick Hunter, a unidade Maverick Hunter Gamma, dentro de uma instalação desconhecida—custando a total perda da unidade, no entanto. Não querendo pôr mais nenhum colega em perigo por causa do poderoso e enigmático Maverick, o Comandante Sigma em pessoa desafiou Zero em uma luta de um contra um. Ainda que Zero tenha conseguido uma posição vantajosa durante a batalha, Sigma foi capaz de derrotar o Maverick vermelho depois que o cristal na cabeça de Zero começou a brilhar com um símbolo no formato de "W", aparentemente causando a Zero uma grande dor.

F3499ed7

A luta fatídica de Zero e Sigma.

Sigma socou o cristal, o despedaçando e derrotando Zero. Como ambos estavam perto da capsula de Zero na luta, a qual continha o Vírus Maverick, Sigma e Zero foram consequencialmente infectados com o vírus. Zero então foi trazido para Dr. Cain, que o analisou. Depois disso, ele se recuperou de sua luta e foi colocado sob supervisão de Sigma. Zero não mostrou mais nenhum sinal de comportamento Maverick e foi alistado na décima sétima Unidade de Elite Maverick Hunter.

Período da Guerra Maverick Editar

The Day of Σ Editar

Como parte da décima sétima Unidade de Elite, Zero se tornou um excelente Maverick Hunter e logo foi para a Classe A, a maior patente que Maverick Hunters tinham a oferecer naquela época. Foi durante esse tempo que ele encontrou X pela primeira vez, o qual também fazia parte da décima sétima unidade, apesar dele ser da Classe B por conta de sua hesitação no campo de batalha. Os dois viraram amigos e parceiros e trabalharam juntos sempre que puderam. Zero logo virou um tipo de mentor para X.

Pouco depois, houve uma série de Mecanilóides enlouquecidos em Abel City, a cidade na qual a Base Hunter era localizada naquele período. Durante a investigação, foi Zero que eventualmente descobriu a identidade da pessoa responsável pelos ataques, que não era ninguém menos que o próprio Sigma. Zero percebeu isso depois de analisar vários locais que pareciam conectados aos ataques, e olhar os corpos dos Replóides derrotados, os quais foram todos abatidos com um único golpe direcionado a um ponto fraco. Existia apenas um número bem pequeno de Replóides com tais habilidades perfeitas, incluindo Sigma. Os golpes que os Replóides destruídos haviam sofrido foram causados por um sabre de luz, e não por armas de fogo, o que eliminou a possibilidade de ter sido obra do suspeito anterior, Vile.

Apesar de Zero ter conseguido bloquear o primeiro ataque de Sigma, ele foi logo sobrecarregado com a força dele, sendo segurado e levantado pela cabeça. Sigma então usou Zero para incitar X a atacá-lo, o que mataria Zero no processo. Tudo isso para ver se X realmente poderia hesitar. Após ver que X realmente hesita, Sigma golpeou Zero com seu sabre de luz e o deixou caído inconsciente enquanto segura X cativo e lança um ataque de mísseis tendo como alvo Abel City. Algum tempo depois, Zero recuperou a consciência e encontrou X solitário na instalação, gravemente ferido. Ele então o trouxe de volta para o QG dos Hunters.

Mega Man X/ Maverick Hunter X Editar

If a man is stand before mirror by how much increase of his size he can see his full image in mirror 1439997387.98

Zero, como um boss no Modo Vile em Mega Man Maverick Hunter X.

Depois da declaração de Independência Replóide feita por Sigma no dia 4 de Julho de 21XX (Junho no manual estadunidense do jogo original), dito como sendo o "Dia de Σ", Zero, que naquele ponto tinha a patente mais alta na organização Hunter, virou o novo líder, e ele e um X consertado lutaram juntos contra a rebelião de Sigma. Zero salvou X de Vile durante um ataque Maverick na Estrada Central. Em Maverick Hunter X, Zero respondeu a pergunta de Vile sobre o porquê Zero ajudaria um Hunter de Classe B como o X dizendo que ele não era nada mais que um Maverick no presente. Depois disso, os dois se dividiram, a tarefa de X sendo diminuir as atividades Mavericks nas proximidades enquanto Zero tinha de localizar a Fortaleza de Sigma.

Eles eventualmente se reencontraram nos arredores da cidade e juntos invadiram a fortaleza. Ali, encontraram Vile uma segunda vez. Zero foi capturado por ele e aprisionado em uma jaula (entretanto, em Maverick Hunter X, Zero foi deixado inconsciente como uma isca para X). Quando X também foi derrotado por Vile, Zero conseguiu se libertar (ou retomar a consciência, no caso de Maverick Hunter X) e destruiu a armadura de Vile ao atirar com um tiro carregado à queima roupa, que foi bem sucedido, porém fatal. Após isso, Zero deu seu Buster a X (apenas no caso de X não ter pego o Upgrade da Cápsula de Light) e o encorajou a lutar, antes de morrer em seus braços ( em Maverick Hunter X aponta a ironia de suas ações que levaram à sua morte ao salvar X quando anteriormente ele havia dito a X para não ser tão descuidado).

Modo Vile Editar

No Modo Vile, desbloqueado ao completar o jogo principal em Maverick Hunter X, a caracterização de Zero foi semelhante ao do jogo principal, incluindo Zero salvando X de Vile. Contudo, ao invés de perseguir Vile, Zero evacua com um X machucado. X e Zero mais tarde aparecem como os chefões finais no Estágio 3 do Palácio de Sigma, onde ele aprende que Vile está de fato trabalhando contra Sigma ao mesmo tempo que enfrenta X e Zero. Ele acaba severamente machucado por Vile, mas eventualmente consegue sorrateiramente agarrar a perna dele, o prendendo antes que ele pudesse dar o golpe final em X, também referindo ao discurso de Vile sobre X "mudando o mundo" como "conversa de Maverick". Com Vile preso, X aproveitou a oportunidade e o acertou com um tiro carregado. Não se sabe se Zero conseguiu sobreviver ao tiro que fatalmente feriu Vile, ou se, assim como no jogo principal, Zero acabou sendo destruído se sacrificando para derrotá-lo.

Mega Man X2 Editar

X2 zero

Zero em Mega Man X2.

Depois da derrota de Sigma, os Hunters tentaram resgatar qualquer coisa que sobrou de Zero na fortaleza derrubada e encontraram seu chip de controle (que serve como o cérebro e a consciência de Zero) que havia milagrosamente sobrevivido à destruição do corpo. No entanto, os Hunters foram incapazes de criar um novo corpo para Zero porque não conseguiram analisar sua estrutura corporal única.

Seis meses depois, um grupo de três Mavericks, autodenominados de "X-Hunters" (Counter Hunters no Japão), contactaram os Maverick Hunters e disseram que possuíam todas as partes que faltavam para reconstruir Zero. Apesar da tradução Americana ter falhado em revelar como os X-Hunters conseguiram tais partes, a versão Japonesa elabora alegando que Serges (Sagesse no Japão) adicionou essas partes já que eram adições planejadas feitas por Dr. Wily. Os X-Hunters desafiaram X a uma batalha para que ele pudesse conseguir as partes de Zero.

X, que não queria seu amigo nas mãos de Mavericks, aceitou e recuperou a cabeça, corpo e pernas de Zero. Eventualmente, Zero foi reconstruído por Dr. Cain (Incluindo os upgrades que Serges proveu) e ajudou X a destruir a base do Sigma ressuscitado. Entretanto, tentando enganar X, Sigma havia construído um doppelganger de Zero com armadura preta, o qual ele dizia ser realmente Zero, mas; a cópia foi rapidamente destruída pelo Zero verdadeiro. Esse é o final canônico. Na versão Japonesa do Jogo, Sigma menciona logo antes de sua morte que Zero é o último dos "números de Wi...", dando a primeira dica que Zero é o último dos robôs avançados criados por Dr. Wily. A versão Americana também faz uma vaga referência a Zero ser "a última criação do Doutor".

Como um cenário não-canônico no jogo, se X não conseguisse resgatar todas as partes de Zero, os X-Hunters iriam roubar quaisquer partes que X havia coletado anteriormente e deixado na Base Hunter, assim como o chip de controle. Zero então seria reconstruído por Sigma como um Maverick e enfrentaria X antes de seu encontro com Sigma. Após ser derrotado, Zero iria recuperar sua consciência e auxiliar X em destruir a base. Sua fraqueza nesta batalha é o Speed Burner.

Mega Man Xtreme Editar

Zero teve um papel menor na história deste jogo. Depois de X conseguir escapar da versão digitalizada da Estrada Central, Zero o informa que Mavericks haviam hackeado o computer mãe dos Maverick Hunters, roubando e corrompendo dados, facilitando ataques de Mavericks em todo lugar. Enquanto X estava novamente digitalizado e mandado de volta para o computador mãe com a missão de destruir os sistemas de proteção que eram necessários para desligar o computador, Zero estava lutando contra Mavericks no mundo real. Mais tarde durante o jogo, X seria capaz de encontrar quatro capsulas dentro das áreas digitalizadas, os Zero Scrambles, que o permitiriam "invocar" Zero para atacar ou mover-se. No entanto, esses eram apenas dados de Zero, e não o verdadeiro.

Mega Man X3 Editar

Intro(12)

Zero preparando-se para atacar Mac.

No começo do incidente 'Doppler' X e Zero estão de volta em seus respectivos comandos das forças Maverick Hunter. Os Mavericks de Dr. Doppler lideram um ataque à Base Hunter, e X e Zero são forçados a voltar para a base e defendê-la. Zero junta-se aos Hunters defendendo a base do lado de fora enquanto X arrisca-se no lado de dentro. Contudo, quando X é capturado pelo desertor Mac, Zero imediatamente pula no caos dentro da base para salvar seu melhor amigo, sendo um personagem jogável pela primeira vez. A principal arma de Zero é o Z-Buster, mas, ao ser carregado completamente até alcançar a cor verde, ele soltará dois tiros totalmente carregados seguidos por um golpe devastador com sua outra arma, o Z-Saber.

Depois de completar o estágio inicial, o jogador pode chamar Zero pressionando o botão R no menu de pausa, porém, Zero adere a uma certa lista de regras. Ele pode apenas ser usado dentro de partes normais do estágio e irá ser automaticamente substituído por X ao chegar em um portão anterior a um boss ou sub-boss. O jogador também não pode morrer como Zero. Se Zero morre, uma cutscene aparecerá, onde Zero falará sobre estar danificado e não poderá ser usado pelo resto do jogo, mas ele ainda irá aparecer nos estágios Doppler para ajudar X durante um encontro com um sub-boss, cuidando de uma armadilha enquanto X destrói REX-2000.

Mega Man X3 Jul29 21 26 52

X usando o Z-Saber.

Há também um segredo no jogo que permitirá a X adquirir o Z-Saber de Zero. Se o jogador, durante o jogo, localizar Vile através de um teletransportador que existe nos estágios de Crush Crawfish, Volt Catfish e Blizzard Buffalo e o derrotar com a Spinning Blade ou o Ray Splasher (ou ambos), Vile será destruído, mudando o boss do segundo Estágio Doppler e afetando a fase em diversas partes. Ao entrar no Segundo Estágio Doppler, o jogador perceberá que os Head Gunners estão agora customizados e são duas vezes mais difíceis de derrotar. Se o jogador trocar para o Zero antes de entrar numa das câmaras de boss que é normalmente um corredor vazio, um robô chamado Mosquitus aparecerá, o único sub-boss com quem Zero pode batalhar. É relativamente fácil vencê-lo, mas, ao ser derrotado, ele i

Avaliações

Nenhuma avaliação até o momento

Queremos saber sua opinião

Produto: Mega Man Zero - Mega Man - Miniatura - Blocos

Como você avalia este produto? *

 
1
2
3
4
5
Preço
Qualidade

Comentários do Cliente 0 item(s)