Disponível: Em estoque

1 available
R$13,99
Descrição

Detalhes

 

Gênero Chanbara
 
Mangá
Escrito por Nobuhiro Watsuki
Editora(s) Japão Shueisha
Editora(s)
lusófona(s)
Brasil Editora JBC
Portugal Devir Livraria
Revista(s) Weekly Shōnen Jump
Data de publicação 2 de setembro de 1994 – 4 de novembro de 1999
Volumes 28 (Lista de Volumes)
 
Anime
Direção Nobuhiro Watsuki
Estúdio Studio Gallop
Emissoras de televisão Japão Fuji TV
Emissoras lusófonas Brasil Cartoon NetworkRede GloboUlbra TVAnimax
Portugal TVI
Exibição original 10 de janeiro de 1996 – 8 de setembro de 1998
Episódios 95 (Lista de episódios)
 
OVA

Rurouni Kenshin: Tsuiokuhen
Direção Kazuhiro Furuhashi
Estúdio Studio DeenSME Visual Works
Número de episódios 4
 
OVA

Rurouni Kenshin: Seisōhen
Direção Kazuhiro Furuhashi
Estúdio Studio DeenSME Visual Works
Número de episódios 2
 
Filme
Rurouni Kenshin: Ishin shishi e no Requiem
Cor cor
Direção Hatsuki Tsuji
Lançamento 1997

 

 

 

Samurai X ou Rurouni Kenshin - Meiji Kenkaku Romantan - (るろうに剣心 -明治剣客浪漫譚-, Kenshin, o Andarilho - Crônicas de um Espadachim da Era Meiji?) é uma série de mangá criado pelo artista Nobuhiro Watsuki e posteriormente adaptado em anime. A série, ambientada nos primeiros anos da Era Meiji no Japão, conta a história de Kenshin Himura um pacifico espadachim que prometeu nunca mais matar. Entretanto, seu passado como retalhador a serviço da Ishin Shishi fará o jovem Himura brandir novamente sua espada contra velhos e novos inimigos.

O mangá foi publicado originalmente na revista japonesa Weekly Shōnen Jump. O trabalho completo rendeu 28 volumes encadernados. No Brasil, começou a ser publicado em maio de 2001 pela Editora JBC em 56 volumes (cada um sendo metade do original tankōbon), mantendo o formato de leitura japonesa. De início mensal, a partir da edição 5 o mangá passou a ser quinzenal até sua conclusão em novembro de 2003. O capítulo especial A Sakabatou de Yahiko foi lançado pela mesma editora em 10 de julho de 2004, durante um evento Anime Friends. A editora também lançou em novembro de 2004, o Kenshin Kaden, uma enciclopédia da série.[1] Em novembro de 2012, a Editora JBC após diversos pedidos de fãs, voltou a publicar o mangá, agora intitulado Rurouni Kenshin - Crônicas da Era Meiji.

Também em 2012 foi lançado o filme em Live-action também intitulado Rurouni Kenshin, produzido pela Warner Bros. do Japão.No Brasil chamado "Samurai X- O Filme", o mesmo título em que o anime foi lançado pelo Cartoon Network e pela Globo,no Brasil, o filme não saiu nos cinemas, foi lançado apenas em DVD Blu-ray. O filme ganhou uma continuação chamada "Rurouni Kenshin- Kyōtotaika-hen", (Numa tradução literal: "Kenshin, o Andarilho- O Incêncio de Quioto) lançada em 2014. Ainda está sem data de estréia no Brasil.

Mangá

A série apareceu pela primeira vez como um par de pequenas histórias publicadas de forma esporádica, ambas são intituladas Crônicas de um Espadachim da Era Meiji publicadas entre 1992 e 1993 na revista Weekly Shōnen Jump Special da editora Shueisha. Em 1994, Watsuki criou uma versão definitiva que foi publicada na Weekly Shōnen Jump e concluída em 1999, na qual a série de anime é baseada. O mangá consiste de 28 volumes encadernado (ou 28 tankōbon). Em 2000, foi lançado Yahiko no Sakabatō (A Sakabatou de Yahiko). Essa história, não inclusa na coleção de tankōbon, foi publicada apenas no Japão e no Brasil, e mesmo no país de origem permanece inédita como encadernação. No mangá a história de Kenshin é dividida em três grandes sagas: TóquioKyoto, e Jinchuu (Justiça dos Homens). Das três apenas a Jinchuu não foi animada.

Foi anunciado em abril de 2011 pela revista Jump Square (publicação semanal da editora Shueisha) que está em produção uma nova série de anime para a obra, cujo primeiro capítulo foi lançado em 2 de maio de 2012.[2]

Anime

  • A série de TV, que se passa durante os primeiros anos da Era Meiji e mostrando o começo de um romance entre Kenshin Himura e Kaoru Kamiya. De um total de 95 episódios (mais um especial), a série em anime é dividida em três sagas, com os 27 primeiros episódios formando a saga de Tokyo, seguidos pela saga de Kyoto (ou de Shishio), que se estende do episódio 28 ao 62. Os episódios restantes (63-95) não são baseados no mangá original, sendo criação original do estúdio.
  • Em 2006 foi lançado o episódio 96 ou complemento do 95, que consiste em uma faixa de três minutos, onde aparece Kenshin no jardim do dojo refletindo e Kaoro cochilando na varanda, depois vem uma segunda cena que se passa alguns anos depois, onde aparece Kenji(filho de Kenshin e Kaoru) brincando no jardim enquanto Kenshin e Kaoru(com a aparência mais madura )o observam sorrindo. Sendo essa faixa a última cena do anime e fim definitivo da história.
  • Um filme (Rurouni Kenshin: Ishin Shishi e no Requiem), o qual mostra a história de Takimi Shigure.
Avaliações

Nenhuma avaliação até o momento

Queremos saber sua opinião

Produto: Rurouni Kenshin #18 - Mangá

Como você avalia este produto? *

 
1
2
3
4
5
Preço
Qualidade

Comentários do Cliente 0 item(s)

Loja Virtual UOL HOST